Simples assim

IMG-20171012-WA0038

Lutar, lutar, lutar
Pra gente ser feliz
Cantar, cantar, cantar
Como a gente sempre quis”
(Amar, I. Lins/V. Martins)

Ok, atendendo a pedidos… sinal de fumaça, cartas, mensagem na garrafa… Aqui um pouquinho de como rolou o show do Expresso 25 & Ivan Lins semanas atrás em POA. E fica por aqui, já que notícia velha só serve mesmo para embrulhar fish & chips e agora é hora de seguir em frente!

 

Delícia cantar com Pablo & Expresso 25
Delícia conhecer Ivan Lins
Delícia conviver um pouquinho com Ivan Lins e ouvir suas histórias
Delícia ensaiar muito
Delícia gravar CD e DVD
Delícia passagem de som
Delícia encontrar colegas e amigos
Delícia rever amigos de ontem e pra sempre
Delícia ver minha família
Delícia achar que estava de férias e trabalhar muito
Delícia guaraná Fruki e brigadeiro
Delícia banho de sol com amiga
Delícia sentir medo de temporal
Delícia atravessar zona norte de POA alagada
Delícia usar cílios postiços com ajuda profissional da Jamile
Delícia show com casa lotada
Delícia reconhecer pessoas na plateia
Delícia cantar muito
Delícia abraço apertado dos meus na volta

 

Estava nas nuvens! No voo de volta pra casa, tomei um champanhe e sorri feliz. Simples assim. Pelas decisões, coragem… sei lá. Como disse a Paula, mães também merecem uma aventura. Que venham as próximas! Que tal?

* Marco, esse post não exclui a nossa prometida conversa por uats! Mas só para já irmos afinando a pauta.

Anúncios

Somos Todos Iguais Nesta Noite

Cartaz

Ai, ai, ai, ai, ai, ai… Está chegando o dia! Com Porto Alegre Emoldurada em minha janela, busco a Lua Soberana. E a chuva lá fora, Água Doce me mata a sede e a saudade que entregamos Aos Nossos Filhos.

Iluminados somos nós que respiramos arte, música e cantar. Por que a gente merece ser feliz. Já está previsto pela Cartomante, esse encontro, esse momento. Olavo, amo muito tudo isso!

E Vitoriosa me sinto por fazer parte, por todo o sempre, do Expresso 25. Bora lá Todomundo!

Expresso 25 & Ivan Lins
Somos Todos Iguais Nesta Noite
Dia 04 de outubro, quarta-feira, 21h
Salão de Atos da UFRGS
(Ingressos na bilheteria do teatro e no Centro Cultural 25 de Julho)


* Em itálico algumas das canções que cantaremos no show!

Guarde nos olhos!

IMG_20170710_101718487

Ingleses, SC – lwg

Guarde nos olhos,
A água mais pura da fonte
Beba esse horizonte
Toque nessas manhãs
(…)
Guarde nos olhos,
A chuva que faz as enchentes
Vai um pouco com a gente
Rumo à capital
Vai dentro da gente
Vamos pra capital
Tá dentro da gente
(Ivan Lins & Vitor Martins)

Dentro de algumas horas – já não sei de qual fuso horário, chego de volta em casa, em Manchester, depois de quase um mês de férias no Brasil. Que também é a minha casa. Confuso. Como o nem lá, nem aqui da Ananda.

 

E, mais uma vez, ainda com cheiro de mar na pele, penso no luxo das coisas boas de ser turista em minha pátria e o lado ruim – que virou areia, da minha pátria… O país da contradição!

 

É luxo só…
Cheiro de praia
Tablito na praia
Verão no inverno
Frio gelado e seco
Camarão à milanesa
Cantar com o Expresso 25
Encontrar velhos amigos
Chorar de rir com velhos amigos
Abraçar minha família
Dirigir carro automático na mão direita
Manicure, pedicure, cobrador, empacotador, frentista
Passeio de barco na Lagoa
Passeio de carro na Serra
Comprar esmaltes (coloridos!) brasileiros
Loja da Havaianas
Ouvir Itapema FM Florianópolis in loco
Brava gente brasileira
Reconhecer meu país

Virou areia…
Cheiro de medo
Calor úmido no inverno
Tênis de corrida nem saiu da mala
Passar frio no banho
Mosquitos
Preço do camarão à milanesa
Não encontrar velhos amigos
Esperar quem não vem
Papo de política no almoço
Aumento da gasolina (?!)
Cadê o trem?
Não reconhecer meu país

*Na alma, a canção Guarde nos Olhos… A versão ao vivo com Ivan Lins e Jorge Vercilo é a cara do Brasil;
* Na mala, é claro, bastante saudade. Mas também feijão, Pingo Douro e Bis, já que ninguém é de ferro!

Bolinho inglês com guaraná (ou chá com pão de queijo!)

IMG_20170710_093627934_HDR

Ingleses, Florianópolis (lwg)

E aqui nesse sambinha, feito em uma hora só
Inverno e verão, Brasil e Inglaterra
Num mesmo compasso se integram

Pelas ruas, risos e buzinas
Aceleram meus dias
De vai e vem pela direita (ou será esquerda!)
Que atenta e desorienta

O churrasco é na parede, coraçãozinho e farofinha
O feijão é brasileiro, com sabor de abraço amigo
A sobremesa tem Bis, com suco de laranja espremidinho
E em Ingleses, leio em inglês, Fish’N Chips pra brasileiro ver

A hora do encontro é também despedida
Abraços hoje, com força de sempre (passado e futuro)
E nesse clima me inspiro, canto e choro
A saudade que já sinto

Da areia, do guaraná, do pão de queijo
Surpresas e desencantos
Desse túnel do tempo
Distância que bate no peito


*Forecast para amanhã: Manchester, máxima de 19
ºC; Ingleses, máxima de 28ºC. Já sei onde vou!

Vou de Expresso 25

expresso

Às vezes vou de taxi, de carro, de trem ou de bike. Às vezes vou por aí. E às vezes quando vou pro Brasil, vou de Expresso 25, um dos melhores grupos vocais do país.

Às vezes vou de carona. Às vezes meio louca, morando na Inglaterra, digo que canto no Expresso… E me perguntam: What? Como assim canta? O grupo não é do Brasil? Digo que o grupo é do mundo e assim como a música brasileira, sem fronteiras.

E agora que cruzei o oceano para merecidas férias, vou cantar com o Expresso 25. De carona. Sempre que tiver voz, sempre que me deixarem. E seja onde for.

Olavo, amo muito tudo isso! Bora lá que tô chegando. Que tal?

Sarau Expresso 25 + Raul Ellwanger
12.07.17, quarta-feira, 21h
Centro Cultural 25 de Julho (Rua Germano Petersen, 250)
Ingressos: R$ 30,00 e R$ 15,00
(Attention please: bilheteria abre às 20h)

Imaginário sonoro…

IMG_20170226_114438319

inglês!

Há duas semanas fui assistir o Manchester Amateur Choir Competition. Ou, simplesmente, festival de coros de Manchester (e região). O evento aconteceu no teatro da Royal Northern College of Music. E foi bem legal.

No palco, regentes, pessoas, figurinos, ipads, partituras, piano, jurados. Nos bastidores, nervosismo, amizades, histórias de vida, pessoas e o mais sincero desejo de cantar. No tom, ou por diversão. Tudo amadoramente. E tudo levado muito à sério. O repertório circulou entre obras de autores clássicos ingleses e arranjos descolados (populares) de canções de David Bowie, REM, U2 e, of course, Beatles.

Amo muito tudo isso. Mas, brasileira que sou, senti falta de um pouco mais de emoção (ou entrega), dissonâncias (ou arranjos coxudos), harmonia (beleza) e contratempos (olha o breque!). Mas me deixei levar e durante uma hora me transportei no tempo (e no GPS!) revivendo os saudosos festivais de coros que participei, onde tudo era diversão e amizade. Cantar era só o que nos movia. Com muita emoção (prazer!). Para além das dissonâncias (distâncias), harmonias (saudades) ou contratempos (descompassos). Que tal?

do Brasil!
No próximo dia 11 de março em Porto Alegre acontece o lançamento do livro “Expresso 25 – Uma história do canto coral no Brasil” (organizado pela historiadora Angélica Boff) e do DVD “Expresso 25 – Uma viagem de 50 anos” (Coletivo Catarse). O material apresenta a trajetória do Expresso 25, um dos mais prestigiados grupos vocais brasileiros da atualidade, reconhecido em diversos países da América do Sul e Europa. Meu coração estará presente. Amarei sempre tudo isso.

* Parabéns a todos que cantam e pulsam música coral! No Brasil ou no mundo.